Uh, Lolita.

o íntimo de uma garota. sem encanações, sem neuras e sem censura.

  • Sexo

    Sexo

    Reblogged 2 weeks ago from ivalentim 7748
  • Sexo

    Sexo

    Reblogged 2 weeks ago from ivalentim 28606
  • Raio X do amor: A saudade que mata.

    Raio X do amor: A saudade que mata.

    Raio X do amor: A saudade que mata.

    Saudade. Saudade. Tudo o que eu sinto é saudade. Saudade do ontem, do hoje e saudade do que vai ser daqui a uma semana. Saudade da certeza, saudade da incerteza. Saudade de tudo aquilo que um dia foi meu! Saudade da saudade, e saudade da alegria. Saudade até da dor, minha velha amiga. Saudade do sorriso, da manhã. Saudade até dos teus jogos e falhas, como o teu sorriso indiscreto e a tua lábia. Saudade, eu repito. Tudo o que eu sinto é saudade. Saudade do seu toque, da sua nuca, e o cheiro bom que você tinha. Saudade da tua segurança, da tua inconstância e movimento. Saudade do instante. Saudade dos nossos momentos. Eu sinto saudade das mordidas, dos beijos e dos abraços. Saudades de cada passo que um dia você deu. Saudade dos teus conselhos, teu barulho, e mais uma vez eu digo: sinto saudade do teu cheiro. Saudade dessa sua mania de sumir do nada, e de aparecer do nada também. Saudade de quando você dormia no meu colo, e sonhava que estava caindo. Saudade da tristeza de toda vez que ver indo. Saudade de ver você chegando, ver você me deixando, e voltando. Saudade da sua saudade. Saudade da minha saudade, e da saudade de ficar um dia sem te ver. Saudade da lembrança, do que ficou marcado e de tudo que um dia me marcou. Saudade do nosso tempo, nosso momento. Saudade do teu nome, do teu instante. Saudades do meu amor, saudade de tudo que era antes e não era dor.

  • Raio X do amor: O amor não fica sem amar.

    Raio X do amor: O amor não fica sem amar.

    Raio X do amor: O amor não fica sem amar.

    Todo mundo já pensou alguma vez: será que ele está comigo porque me ama? Vamos esclarecer essa história. Ninguém fica com o outro se não quer. Ninguém obriga o outro a fazer o que não quer. Em todos os relacionamentos em que eu já estive eu vi e aprendi que nenhum cara fica com uma mulher e aguenta toda a bagagem que vem com ela se não a ama, e a quer do lado dele. Ele não é casado contigo, então não tem que te aturar a não ser pelo o fato de te amar. 

    Hoje em dia, nem filho é mais motivo para forçar um casal a ficar junto. Se o cara não gosta da guria, assume o menino e é dois beijinhos, tchau e pronto. Não tem dessa de “será que ele não tá comigo pra ficar sozinho?”. Tá, tem cara que é carente, inseguro e talvez não queria ficar sem alguém do lado dele. No entanto, se ele escolheu você algum motivo tem! Seu sorriso, seu papo, seu beijo. Nem que seja a cor do teu cabelo. Algo em você chamou a atenção dele, e ele te escolheu porque quis.

    Eu não acredito em um relacionamento onde ambos fiquem juntos sem se gostar. O amor está nas pequenas coisas, e por mais que você não ame o cara como o grande-amor-da-sua-vida, ele ainda assim deve despertar o melhor de você de algum jeito. Porque é isso que o amor faz. O amor desperta o melhor da gente. E o amor, o relacionamento, ele não fica sem amar. Se fica, é porque ama. 

  • Por eles: Homens, os grande amantes do silêncio.

    Por eles: Homens, os grande amantes do silêncio.

    Por eles: Homens, os grande amantes do silêncio.

    Quando uma mulher tá passando por um problema no trabalho, o que é que ela faz? Ela grita! Quando tá passando por algum problema com aquela amiga falsa-pra-caramba, o que é que ela faz? Grita! Quando tem problema em casa, confusão com vizinho que escuta música brega no último volume, e aquele trabalho super difícil, o que é que ela faz? E-l-a g-r-i-t-a. Sabe porque? Porque é terapia. É porque é extremamente relaxante para uma mulher chegar em casa gritando aos quatro ventos o quanto sua amiga é uma falsa, o quando sua mãe não entende alguma coisa ou que seu professor da faculdade é um tarado revestido de Freud. Pra tudo na vida de uma mulher, tem um entonação de grito diferente. Mas então, seu namorado, o que é que ele faz? Ele sai de perto.

    Não, não é que ele não se suporte ou não te ame. Porque, provavelmente ele deve te amar muito, porque você entrou pela porta gritando e ele saiu de perto, e não foi embora. Homens reagem a uma gritaria como um animal acuado por um predador. Correm disso, saem de perto, fingem que estão dormindo ou que estão ocupado. Sabe porque? Porque eles apreciam a arte do silêncio. E sabem que se renderem caso vocês vão gritar mais ainda. Eles entendem - ou não - que mulheres lidam melhor com seus problemas expressando, falando alto, conversando. Mas eles não! 

    Homens na maioria das vezes ficam quieto, acuados, em um silêncio profundo que desperta em qualquer mulher a dúvida “será que ele cansou de mim?”. Não querida, ele não cansou. Ele só tá pensando. Ele tá resolvendo internamente seus conflitos sem precisar chegar em casa gritando como locutor de liquidação. Homens se fecham, homens são introspectivos e quietos. O normal de um homem é amar o silêncio como se fosse uma amante. Não falam dele, mas não o largam por nada. 

    Homens só precisam de carinho, e reconhecimento. A dose do silêncio ficam por conta deles. Continue gritando, se quiser. Mas barulho só é indispensável na cama, no dia-a-dia é bom cultivar um pouco de paz.

  • Por eles: O desabafo de um ex.

    Por eles: O desabafo de um ex.

    Por eles: O desabafo de um ex.

    image

    Cara, diz pra ela que o meu bom dia ainda é dela. E que se der, outro dia a gente se esbarra e eu levo umas flores pra ela. Aquelas que ela gosta, as tulipas. Faz dela um porto inseguro pra não se deixar levar pela rotina da maré calma, e não perde ela de vista não. Beija o nariz dela que ela acorda na mesma hora e ainda dá uma espreguiçada com um sorrisão de partir o meu coração por não poder mais acordar ao lado dela. O sorriso dela. Que sorriso é esse que ela tem, luta por ele cara. Segura ela do teu lado e não dá brecha pra ninguém. Não erra igual eu errei. Ô meu chapa, cuida dela com ternura. Essa garota precisa de alguém com tempo e com todo o coração do mundo pra entender a alma dela, e desvendar cada mistério deixado por cada linha. Deixa ela descansar a cabeça no seu ombro, mesmo que você sinta um pouco de medo de se mexer, ou se incomode com a dor de ficar parado. Eu nunca consegui ficar quieto com ela do lado mesmo. Mas se ela pedir, fica quieto. Diz pra ela que ela é meu sonho bom. E que vai ser dureza não ter ligação nenhuma no meu celular pra responder. Coloca um toque personalizado, mas não escolhe nenhuma música especial pra vocês dois, cara. Puxa ela pra uma valsa que ela sabe dançar bem demais, mas eu nunca queria dançar. Ela tem um jeitinho de fugir dos meus braços que dá gosto, mas a gente se encaixa que era lindo demais. E não cai na armadilha dela, não. Se enroscar no pescoço dela é perigoso porque você pode ficar ali por tempo demais e se esquecer de olhar bem nos olhos dela. Diz pra ela que eu sei que eles não são castanhos, cara. Os olhos dela são mel, assim como ela. Dá pra sentir no gosto do primeiro beijo na chuva, que aliás demorou pra acontecer. E carrega sempre um remédio pra alergia na carteira. Nem abacaxi, nem canela e nem mostarda. Ela não gosta de beber, mas se você quiser ela sai contigo e bebe contigo só pra você não beber sozinho. Dá pra prevenir os olhos dela de lacrimejarem por algum motivo bobo. Cuida bem pra ela não chorar, viu? Porque ela é chorona. Chora de tudo e por tudo. Então cuidado, a linha entre a felicidade e a tristeza já é quase invisível na vida dela. Diz pra ela que eu guardei os ingressos do nosso primeiro cinema e que ontem tava passando o filme na Sessão da Tarde. Pergunta se ela viu e se lembrou de mim durante os comerciais. Pergunta se ela ainda discute sobre o desperdício de água no mundo, ou se resolveu assumir que não leva jeito pra organizar coisas. Calça meia no pé dela, porque ela sente frio, mas é preguiçosa demais para se levantar e colocar sozinha. Cara, ela sabe de tudo no mundo. Ela faz de tudo, não tem coração maior. Puxa assunto com ela, mas não deixa o silêncio consumir vocês dois. Ela é tagarela demais – e boa coisa não é se ela começar a ficar quieta. Aquieta o rosto no colo dela e deixa uma barbinha rala pra ela sentir cócegas. Ah, você faz bem em levar dois edredons pra cama porque senão corre o risco de passar frio. Ela é meio egoísta durante o sono. Diz pra ela que eu sinto falta das conchinhas e que sinto falta dela fazendo carinho em mim. Abraça forte sempre que der e escreve uns poemas também, uns textos, algum verso. Garanto que ela vai te inspirar a escrever um livro inteiro. Porque ela gosta. Ô cara, diz pra ela que eu soluço só de pensar em como vai ser daqui pra frente e que o meu norte foi embora junto dela. E diz também que eu reconheço que ela deve ser mais feliz com você do que comigo. Mesmo ela tendo me dito que jamais seria feliz com outro como foi comigo, e no fundo eu sei, que por mais que o tempo passa, amor como o nosso não tem. Diz que eu não me conformo dela ta com você, mas vou tentar pensar nisso como um desvio de percurso – e que, até a gente se reencontrar, eu vou tentar garantir a felicidade dela por meio de umas dicas e recomendações que eu vou dar pra você. Ela gosta de beijos molhados e pouca agilidade na hora de se despir. Tem que gostar de ver filme, e escutar atentamente tudo o que ela diz. Compra cerveja ao invés de vinho e põe o chinelo dela na entrada pra ela se livrar logo do salto quando chegar. Não trabalha muito até tarde porque ela vai depender de alguma atenção sua pra ter certeza de que fez uma escolha justa em me deixar. E fala sobre o futuro, sobre alguma viajem, algo que faça ela pensar que talvez, você e ela deva dar certo. Diz pra ela que eu aprendi a gostar de escrever só porque ela gostava, e que escrever me lembra ela. Cuida bem dela e diz pra ela que um dia a gente se encontra se ela resolver que dá pra ser feliz aqui. Mas se ela preferir ficar por aí, faz dela o seu grande amor, cara. E vê se se liga porque tem cara esperando só uma falha tua pra poder ficar com ela, cara. Diz pra ela que a solidão só anda doce porque eu ainda penso nela. Manda ela olhar pra lua, e você se ela vê algo perdido por lá. Manda ela não deixar meu coração na gaveta, e se algum dia resolver voltar, que traga ele de volta. Ela vai fechar os olhos e se lembrar de mim. E saber que dela, eu não consigo esquecer. (Texto adaptado, não é de minha autoria)

  • Sexo: A maravilha do século: o contato físico.

    Sexo: A maravilha do século: o contato físico.

    Sexo: A maravilha do século: o contato físico.

      Acredite, o contato física é a maior maravilha do século. O amor sempre desbancada qualquer coisa, mais o abraço, o beijo, o roçar dos corpos é algo m-a-r-a-v-i-l-h-o-s-o. O contato físico salva muito relacionamento, e eu não estou falando nem do sexo em si. To falando do carinho, de um abraço, um beijo demorado.

    Porque o que falta nos relacionamentos longos é isso. É o que mais tinha no começo, beijo na boca e carinho. Isso faz uma falta tremenda e as vezes as pessoas acabam culpando a rotina, ou os filhos ou qualquer outra coisa não tenha boca para se defender. Mas na maioria das vezes é simples: falta contato físico. E palavras bonitas. 

    Ouvir palavras bonitas é sempre bom, e ninguém se dá conta disso até que sente falta, e quando começar a sentir, talvez seja tarde demais. Então, por favor, lembre-se disso: contato físico, contato físico, contato físico.. é como um mantra. Se agarre a isso, enquanto se agarra a alguém.

  • Glamour: Onde acaba o tesão, começa o amor.

    Glamour: Onde acaba o tesão, começa o amor.

    Glamour: Onde acaba o tesão, começa o amor.

      Nenhum relacionamento vive só de sexo, como eu já disse. Depois que a beleza, o assunto, e o tesão acaba o que fica é o amor. E o amor sempre começa a partir dai. A partir do que o tesão, a assunto e a beleza não conseguem suprir, e não conseguem manter. O amor é a certeza de que algo real e sólido existe, e não vai passar depois de algum tempo.

    O problema é que o amor não dá aviso e as vezes as pessoas perdem certos relacionamentos depois que o tesão acaba, o sexo fica igual e o assunto não rende como antes. E sempre quebram a cara, porque não têm paciência, porque não sabem enxergar.

    Eu não culpo ninguém, já cometi esse mesmo erro mil vezes. Mas na boa, repense seus conceitos. Porque mesmo depois um dia perfeito de sol, uma chuca talvez pode significar um arco-íris no céu.

  • Sexo: A idade importa?

    Sexo: A idade importa?

    Sexo: A idade importa?

      Essa sempre uma pergunta que faz as pessoas duvidarem se estão no relacionamento certo. A idade importa? Bom, vai depender de você. Há vantagens que apenas os mais novos tem, como a disposição, vitalidade e a vontade de descobrir tudo. Mas a experiência, o jeito certo de pegar, tocar.. só um cara mais velho vai saber

    Há quem goste de ensinar, e há quem prefira aprender. Eu sou daqueles que se estivesse solteira, só transaria com caras mais velhos. Porque? Porque eu quero alguém que saiba tratar uma mulher na cama como ela merece. Tudo bem, não vamos desmerecer os mais novos, porque tem cara que realmente sabe fazer o serviço, mas são poucos. E eu sou daqueles que não tem sorte em nada.

    Então, sem preconceito. Porque na cama a idade, a altura, o peso, celular e tamanho dos seios não importa. O que importa é a vontade e o momento. O resto desenrola. Mas tenha em mente que mediante a escolha que fizer, haverá limitações. Afinal, ninguém é perfeito.

  • Sexo: Viver de sexo mata?

    Sexo: Viver de sexo mata?

    Sexo: Viver de sexo mata?

      Não. Não mata, e pelo contrário: deve ser muito bom. Sexo é bom, não é? Faz bem para a pele, para o cérebro, coração, corpo, alma, mente.. mas e quando só se tem isso? Quando a única coisa que você tem é um momento que depois de um tempo passa a ser o mesmo? 

    O tédio, a indiferença, a rotina e o mente sempre pesam. Não é tão fácil viver só de sexo, e me admira muito quem consiga. Porque somos humanos. E uma hora bate o vazio, uma hora bate o desespero e bate aquela sensação de que não se tem ninguém além de si mesmo. 

    E essa sensação pode até ser boa, mas só quando se sai de um relacionamento. A sensação de ser auto-suficiente é boa só quando faz bem a si mesmo. Mas depois de um tempo, ter só a si mesmo é ruim. Porque a ausência de alguém que vai chegar de madrugada, e te acordar enquanto abre a porta com a chave sexo nenhum supera. Por melhor que seja. Por mais avassalador que a sensação pareca, passa. E sejo não segura a mão de ninguém.